Portugal - O País Mais Perto do Coração

quarta-feira, 23 de janeiro de 2008

FITUR 2008

A apresentação do “Portugal Europe’s West Coast” para o Turismo e do “Allgarve”,são algumas das novidades daquela que será a maior representação nacional de sempre em feiras internacionais, segundo Frederico Costa.

Por esta altura as agendas dos profissionais do trade já marcam as datas da FITUR 2008: 30 de Janeiro e 3 de Fevereiro, na IFEMA em Madrid. Convém lembrar que este ano a FITUR ocupará 200 mil metros quadrados de exposição, contando pela primeira vez com 12 pavilhões no total. No que toca a Portugal, a presença promete, ou não fosse o país que este ano tem o maior stand da área internacional.

A verdade é que o nosso País duplicou o espaço expositivo nesta edição da Feria de Madrid: são 1.503 metros quadrados de montra de Portugal, traduzida na “maior representação institucional de sempre em feiras internacionais”, assume Frederico Costa, vice-presidente do Turismo de Portugal, ip. Esta duplicação deve-se sobretudo ao facto de “Espanha ser o mercado prioritário para o nosso País”. De acordo com os dados do Turismo de Portugal, até Outubro de 2007, o mercado espanhol em Portugal registou um crescimento na ordem dos 10 pontos percentuais comparativamente com o ano anterior.

Além da habitual participação de empresas de negócio, que este ano são 46 (entre hotéis e agências de viagens), e das associações regionais de promoção turística (seis ARPT’s e Centro, assegurada pelo TP), o stand de Portugal traz à FITUR duas grandes estreias: 12 Projecto de Interesse Nacional e cinco entidades culturais. “Este ano quisemos mostrar dentro do espaço do stand a nova oferta do Turismo nacional, ou seja quais são os novos Projectos de Interesse Nacional. Por outro lado, convidámos cinco entidades culturais de relevo no nosso País para expôr no nosso stand: são elas o Centro Cultural de Belém, o Museu Colecção Berardo, a Casa da Música, a Fundação de Serralves e a Gulbenkian”, revela o vice-presidente do Turismo de Portugal.

O orçamento global para a presença do Turismo de Portugal em Espanha é de um milhão de euros, sendo que deste valor, “cerca de 700/750 mil euros são para o stand na FITUR (perto de 200 mil euros para o espaço, cerca de 400 para a parte logística: construção, decoração e catering) e 250/300 mil euros são para fora do stand (publicidade, apresentações, etc)”, revela.

O stand de Portugal na FITUR 2008 disponibilizará pela primeira vez um bar lounge moderno que, segundo Frederico Costa, “vai ser aproveitado para fazer apresentações, nomeadamente pelas cinco entidades culturais sobre a sua oferta aliada ao Turismo, previstas para a manhã de 31″. Por outro lado, o TP este ano leva à Feria de Madrid, 100 alunos das escolas de hotelaria e turismo nacionais que gere.

Festa levanta o véu
Turismo, 23/01/2008